Postagens

Mostrando postagens de abril, 2016

Qual a capoeira mãe?

Imagem
CAPOEIRA  MÃE. A capoeira mãe  é a capoeiragem, também conhecida como capoeira folclórica ou até mesmo capoeira primitiva. Essa capoeira deu início a todas as outras vertentes e variações dentro da capoeira. Com o surgimento da "luta regional baiana" de mestre Bimba, houve um "divisor de águas", onde a capoeira teve suas características divididas. Da capoeiragem veio: Tiririca de São Paulo, Pernada carioca do Rio de Janeiro, capoeira "regional" do Pará, dentre tantas quais foram perdidas ao longo do tempo. Voltando a Bimba. Com a denominação de "luta regional baiana", ouve uma necessidade de firmamento daquela capoeira que não tinha nome ou estilo. A partir do livro de REGO* "irei aqui chamar a capoeira folclórica de "capoeira de angola" dos africanos de Angola. Possuindo agora duas vertentes. Na década de 90 ou antes...um movimento grande começa a surgir... a capoeira estilizada (por causa do chamado estilo), passando

Datas importantes na capoeira

Imagem
1532 - Índios escravizados. 1548 - Os negros africanos começaram a ser desembarcados no Brasil. 1577 – Primeiro Registro do vocábulo "capoeira" na língua portuguesa: Padre Fernão Cardim (SJ), no obra "Do Clima e da Terra do Brasil". Conotação: vegetação secundária, roça abandonada. 1640 – Evasão dos escravos africanos para o interior do Brasil. Organização de dezenas de quilombos. Surgem as expressões: "negros da capoeira", "negros capoeiras" e "capoeiras". 1655 - Zumbi nasce em Palmares. 20 de Novembro de 1695 - Zumbi foi assassinado e o Quilombo de Palmares destruído. 1820 - Escravo preso por causa da prática de capoeira tinha como castigo 300 açoites e prisão de 3(três) meses. 1821 – Decisão governamental de 5 de novembro, determina providências que deveriam ser tomadas contra os negros capoeiras na cidade do Rio de Janeiro. 1831 – Decisão de 27 de julho no RJ: manda que a junta policial proponha medidas para a cap

Intercâmbio Tucumã Brasil ○ casa de cultura

Imagem
A casa de cultura Tucumã Brasil vem conquistando a cada dia o objetivo no qual foi idealizada. Cada vez mais buscando formas de entrelaçar as mais variadas linhas de cultura e atualizar de forma significativa no intercâmbio esportivo, social e integral mês de abril está sendo muito proveitoso com diversos intercâmbio que estão acontecendo. Recebemos a visita estimada de nossa sempre bem - vinda amiga Anne Stemmler que veio da Alemanha em busca de mais conhecimentos sobre a capoeira. Também. Esta ocorrendo a visita e intercâmbio dos nossos amigos Thiago e Jarde de Macapá.  Da nossa amiga Bgirl Nessa do Espírito Santo  sempre somando com seus conhecimentos. Nossa casa de cultura está sempre aberta para a soma e a troca de intercâmbios. Caso você queira participar, entre em contato conosco! info@tucumabrasil.com.br 55 91 980837071 Bgirl Nessa(Espírito Santo ) e BBoy Tiago(Macapá ) Bgirl Vanessa Anne e Christopher(Alemanha) e Prof. Mac Iver Aula de percussão 

5° módulo do ciclo de oficinas continuadas

ciclo de oficinas continuadas 2016. 5° módulo - Introdução à saltos e movimentos acrobáticos. Ministrante: Professor Mac Iver Local: Tucumã Brasil - casa de cultura Início : 18 : 30 CONTEÚDO: -Exercícios de aquecimento e alongamentos em preparação as movimentações. -Treinos das bases posturais e explicação dos movimentos a serem realizados. Movimentações propostas: Rabo de arraia (aú sem mão) Aú de costas e enrolado Macaco S dobrado Vergado(armada dupla) Compassos de frente e costa Introdução aos movimentos de parafuso (pirueta); tanto no Rabo de arraia, quanto na folha seca (mortal chutando). PROGRAMAÇÃO: 18.30 - Apresentação da oficina proposta e seus benefícios. 19:00 - Aquecimento e alongamentos * Introdução as movimentações * Introdução aos saltos * Movimentos com bolas (medicial) * Equipamentos de apoio nos movimentos. * Técnicas e exercícios que auxiliaram nas atividades. 21:00 - Treinamento livre e ajuda em dúvidas. 22.00 - Encerramento. Algumas

Ex-atletas poderão ser técnicos _ Opinião!

Hoje fiquei super feliz em ver esta notícia quando fui dar uma olhadinha em meu Facebook.  A notícia de que atletas poderão atuar como técnicos esportivos e sem a aba do CREF  para interferir. Curiosamente os defensores crefeados estão em uma mordido só. Milhares de pessoas contrários à este fato, com a simples alegação que quem não tem o curso de ed. Física não está preparado/qualificado para isso. Treinei durante certo tempo ginástica olímpica e saltos ornamentais no ginásio superior de ed. Física em Belém, para melhorar minha capoeira... Por dizer assim. Os atletas mais velhos e que competiam, faziam todo o trabalho pesado. Ensinavam bases, exercícios,  alongamentos, entre tantos outros... Os professores concursados do Estado, simplesmente enrolavam... Não todos... mas, a maioria sim... nunca nem tinham feito uma estrelinha na vida deles. Será  que não era melhor o governo capacitar estes atletas mais velhos para que eles atuassem nessa área?  Ou simplesmente é a lei do cão...l

Ex-atletas poderão ser técnicos

Imagem
Acabei de aprovar aqui na Comissão de Assuntos Sociais do Senado meu relatório ao Projeto de Lei 522 de 2013, que trata das relações profissionais de técnico ou treinador profissional de modalidade desportiva coletiva. Apresentei emenda ao texto para permitir que ex-atletas possam exercer a atividade de técnico na modalidade em que pretendem atuar. A única restrição é a necessidade de comprovar, no mínimo, 5 anos de atividade no esporte. O projeto é do senador Alfredo Nascimento.Confira matéria completa no meu site: www.romario.org. Descrição da imagem #PraCegoVer: foto de Romário vestindo terno e sentado sobre uma mesa. Ele lê falando ao microfone. Abaixo da imagem, está escrito "Ex-atletas poderão atuar como técnicos esportivos".